No setor da tecnologia, empresas têm o desafio de construir uma estratégia de atualização da infraestrutura de TI. Embora os dispositivos mais novos e rápidos melhorem a produtividade, eles também deixam uma pergunta: o que fazer com o hardware e os eletrônicos defasados?

A resposta está em um processo conhecido como IT Asset Disposition (ITAD). A abordagem é uma maneira de aposentar ativos com segurança, sem afetar o meio ambiente ou colocar seus dados valiosos em risco.

Neste artigo, mostramos porque esse conceito é importante. É urgente que as empresas e os CISOs responsáveis repensem o processo de descarte de dispositivos eletrônicos. Veja mais!

O que é ITAD?

A disposição de ativos de TI (ITAD) é o processo de lidar com os ativos de TI de uma empresa, como discos rígidos, laptops e servidores, no final de sua vida útil. O processo é realizado por profissionais de serviços certificados da ITAD.

Eles usam softwares especializados para apagar com segurança dados desses ativos, evitando violações de dados. Para os hardwares, ferramentas de destruição física ajudam a gerenciar resíduos eletrônicos sólidos, reduzindo o impacto em aterros sanitários.

Na prática, o programa de descarte de ativos de tecnologia da informação (ITAD) garante segurança de dados, conformidade legal, recuperação de valor potencial por meio de remarketing de ativos e gestão ambiental por meio da reciclagem adequada de fim de vida (EOL). Veja três princípios do ITAD:

Responsabilidade Ambiental

O lixo eletrônico é uma grande preocupação ambiental. Os serviços da ITAD priorizam a reciclagem e o descarte responsável, mantendo materiais nocivos fora dos aterros sanitários e promovendo a sustentabilidade.

Recuperação de Valor

Os ativos funcionais de TI ainda podem ter valor. Os especialistas da ITAD reequipam e revendem equipamentos, gerando receita para cobrir parte do custo de novos investimentos em tecnologia.

Conformidade

Algumas regulamentações, como Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), exigem o descarte responsável de resíduos eletrônicos. Um bom programa de ITAD garante que sua empresa permaneça em conformidade.

Importância do ITAD

Na era digital, as empresas acumulam uma série de equipamentos de TI, de servidores a smartphones. À medida que a tecnologia evolui, os gestores priorizam a atualização dos dispositivos eletrônicos, que deixa um rastro de hardware desatualizado. Nesse cenário, a disposição de ativos de TI (ITAD) se torna crucial.

Mais do que abrir espaço para o novo equipamento, o ITAD protege dados confidenciais, garante a conformidade legal e desbloqueia oportunidades de recuperação de custos. Negligenciar o ITAD pode levar a sérios riscos, incluindo violações de dados e penalidades legais.

Na prática, este serviço pode ser conduzido internamente ou terceirizado. Como distribuidora de tecnologia de ponta, a Ingram Migro oferece solução em ITAD para empresas de todos os segmentos. Mais tranquilidade e segurança, na hora de descartar os dispositivos eletrônicos e gerenciar os dados.

Com o ITAD, é possível descartar dispositivos eletrônicos sem colocar dados confidenciais em perigo, mantendo a cibersegurança e garantindo a conformidade legal.

Processamento ITAD com o auxílio da Ingram Micro

Para selecionar um provedor ITAD, o time de TI precisam avaliar seus protocolos de segurança, atendimento ao cliente, certificações de terceiros e capacidade de oferecer soluções personalizadas.

Todos esses requisitos são importantes. Isso porque, indicam se o parceiro provedor de ITAD é capaz de fornecer uma solução completa, que se alinha às necessidades e objetivos específicos de uma empresa.

Ao escolher a solução da Ingram Micro para ITAD, você tem a certeza de que a provedora conduz o processo seguindo um fluxo de trabalho com etapas bem definidas. Veja as principais:

Coleta e transporte

É o começo do processo. Aqui, os produtos são embalados e transportados com segurança até o centro ITAD.

Recebimento e separação

Uma vez recebidos os dispositivos eletrônicos, é hora de conferir todos os itens e elaborar um inventário digital

Teste, reparo e destruição lógica

O próximo passo consiste em fazer testes de funcionalidade, reparos, além de sobregravação de dados nos dispositivos recebidos.

Destruição de dados e desmontagem

Para garantir conformidade com a LGPD, os dispositivos de dados são destruídos. Além disso, nesta etapa, os materiais reaproveitáveis são separados

Inventário e armazém

Aqui, todos os itens passam são submetidos a uma auditoria de conferência e classificação.

Reimplementação e remarketing

Por fim, os produtos são revendidos e reinseridos no mercado em vários canais diferentes.

Quais equipamentos são gerenciados?

No serviço de ITAD, a Ingram Micro gerencia vários equipamentos. Veja alguns deles:

  • Pc, laptop, macs e tablets;
  • LCDs e TVs;
  • Servidores e racks;
  • Iphones, telefones celulares e dispositivos móveis;
  • Fitas de backup, HDD;
  • Carregadores;
  • Copiadoras e impressoras;
  • Equipamentos de rede.
Com um parceiro como a Ingram Micro, é possível realizar o processo de ITAD, com segurança e vantagens, para diferentes tipos de dispositivos eletrônicos e acessórios.

Conte com a Ingram Micro para soluções ITAD

A ITAD para TI é muito mais do que o descarte de computadores antigos. Acima de tudo, trata-se de fazer um gerenciamento responsável de tecnologia

Ao escolher o parceiro ITAD certo, como a Ingram Micro, você garante proteção de dados, promove a sustentabilidade e ainda pode recuperar parte do valor dos ativos de TI aposentados.

Como referência na distribuição de tecnologias de ponta, a Ingram Micro garante segurança em todo processo ITAD, com controle dos ciclos de vida dos ativos em uma plataforma completa, transparente e eficiente. 

Pronto para descartar seus ativos de forma segura e responsável, enquanto potencialmente melhora seus resultados? Entre em contato com a Ingram Micro.

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Paulo Batista

Paulo Batista

Paulo Batista é Gerente Sênior de Unidade de Negócios na Ingram Micro Brasil, lidera a divisão de Lifecycle Services, que abrange as áreas de ITAD, Logística Reversa, e HW ProServices. Com duas décadas de expertise em Serviços de TI e experiência sólida nas indústrias de Manufatura, Logística e Reparo, vem desempenhando papéis-chave em renomadas empresas como LG, Microsoft e Flex. É membro ativo do Conselho Global da E-Stewards e advisor na RLA (Reverse Logistics Association). Formado em Administração de Empresas, MBA em Negócios Internacionais, Especialização em Supply Chain pela Rutgers University em NY/USA, e MBA em Negócios Digitais pela USP, além de certificações em Economia Circular e Lean Green Belt, fortalecendo ainda mais o comprometimento com práticas sustentáveis e eficiência operacional.